Precisa de financiamento ou bolsa de estudo para entrar na universidade?

By | 17 de novembro de 2014

A inclusão social está cada vez mais presente nos corredores da universidade! Quem passeia pelos campi da Unoeste percebe essa mistura de tribos, mais agradável para se fazer amizades, porque os perfis das pessoas se completam. Você vê gente parecida e diferente de você… Troca experiências, descobre coisas novas e, assim, um se diverte com o outro e todos se ajudam nos estudos.

E quem acha que não pode sequer conhecer todas essas turmas, por razões financeiras, está redondamente enganado! Na Unoeste, você pode realizar o sonho da conquista do diploma! Então, se precisar de ajuda para bancar os estudos, vai conseguir se seguir certinho o passo a passo para fazer o Programa de Financiamento Estudantil (Fies) ou o Programa Universidade para Todos (Prouni).

12-11

Como conseguir? Uma das formas é ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que te deixou tão tenso no fim de semana anterior… Mas viu como valerá a pena? Dá uma olhadinha aí embaixo e anote ou imprima tudo!

Fies

Vantagens
• Financiar de 50% a 100% do total do curso
• Enquanto estuda só paga R$ 50 por trimestre
• Começa a pagar após 1 ano e meio de formado
• Parcelas são quitadas em tempo igual a três vezes o período financiado mais um ano

Como consigo?
• É preciso ter prestado vestibular e estar matriculado na Unoeste
• Inscrições abertas todo o ano
• Renda bruta familiar mensal de no máximo R$ 14.480
• Não precisam de fiador: alunos de licenciatura ou qualquer estudante com renda bruta familiar mensal por pessoa de até R$ 1.086
• Quem terminou o ensino médio de 2010 para frente tem que ter feito o Enem

Prouni

Vantagens
• O aluno não paga nada e não é preciso prestar vestibular
• Somente neste 2º semestre foram oferecidas mais de 2 mil bolsas na Unoeste
• Há diversas chances: 1ª e 2ª chamadas, lista de espera e vagas remanescentes
• Alunos de cursos com 6 horas diárias de aula recebem R$ 400 ao mês

Como consigo?
• Não ter diploma superior
• Ter feito Enem do ano anterior e ter obtido a nota mínima e sem zerar na redação.
• Ter cursado o ensino médio em escola pública ou particular como bolsista integral; ou ser pessoa com deficiência; ou ser professor efetivo da rede pública (somente para licenciatura)
• Renda familiar bruta mensal por pessoa de até R$ 1.086 (exceto professor da rede pública)

Comments

comments