Designer de interiores: muito mais do que um decorador!

By
0 0 0 No comments

Sabe casa de novela? Quartos maravilhosos, cozinhas que parecem ter sido tiradas de uma revista e até aqueles banheiros que dão vontade de reunir os amigos e fazer um happy hour lá dentro? Tudo isso é muito possível na vida real, sabia? E tem mais! Existe um profissional que estuda sobre isso e transforma qualquer ambiente em um local mais bonito, confortável e funcional. Não, não é um mágico, é o designer de interiores.

Muita criatividade, senso estético, sensibilidade, curiosidade e estar antenado às tendências são características essenciais para o profissional de design de interiores. Além disso, ele precisa ser muito comunicativo e ter um bom relacionamento interpessoal com os demais profissionais envolvidos, já que o trabalho exigirá contato diário com arquitetos, marceneiros, pedreiros, eletricistas e com os clientes, é claro!

Por falar em arquitetos, há muita confusão sobre essas duas profissões. Elas se complementam, mas são bem diferentes! Os dois atuam na composição de ambientes residenciais e comerciais, porém, o designer de interiores não pode realizar nenhuma obra que necessite de domínio de engenharia. Ele é o responsável pela parte estética da ambientação dos locais. É a arte associada ao conforto!

Sobre o curso superior de Design de Interiores, que normalmente dura de 4 a 8 semestres, dependendo da instituição, grande parte da carga horária é dedicada ao desenvolvimento de projetos e há aulas teóricas e práticas. Disciplinas como Desenho Artístico e Arquitetônico, Representação e Expressão, Conforto e Psicologia Ambiental, Ergonomia e Projetos são muito comuns nessa área.

Onde trabalhar?

O designer de interiores tem um amplo mercado de trabalho disponível, podendo atuar no segmento que mais se adequar. Ele pode criar e projetar móveis de acordo com as necessidades do cliente; cuidar de decoração e paisagismo em ambientes residenciais e comerciais internos, trabalhando inclusive em ambientes externos com plantas e jardins; pode também apenas gerenciar projetos, acompanhando compras de móveis e acessórios, fazer orçamentos e contratar mão de obra; e uma área que tem crescido bastante, justamente pela conscientização ambiental que tem transformado o mundo, é a parte de sustentabilidade. Este profissional prioriza em projetos de ambientação o uso de materiais que levem em conta a economia de energia e água, reduzindo assim os impactos ambientais com o reaproveitamento de materiais.

Ou seja, o mercado de trabalho está cada dia mais aberto para o designer de interiores. Ele não trabalha somente em casas e apartamentos, ele pode também ser contratado por escritórios de arquitetura, construtoras, além de empresas de decoração e lojas de móveis. Além disso, ele pode trabalhar em organização de eventos, feiras, shoppings, consultórios, escritórios e afins.
Se interessou pela área? Gosta de decoração, é criativo, está sempre antenado às últimas tendências e é bastante comunicativo? Então, assista ao vídeo abaixo e descubra um pouquinho mais sobre essa profissão apaixonante:

Comments

comments