Técnico em segurança do trabalho cuida da saúde e bem-estar dos profissionais

Por
0 0 0 Sem comentários

Primeiros socorros, ergonomia, prevenção de riscos, psicologia, legislação e medicina do trabalho são alguns dos termos comuns na rotina de um técnico em segurança do trabalho, profissional essencial em empresas, indústrias e demais setores da economia.

Na prática, ele tem como principal objetivo prezar pela qualidade de vida dos trabalhadores e ao meio ambiente, por meio da promoção da saúde e da prevenção de acidentes, das doenças do trabalho e dos acidentes industriais com impacto sobre os ecossistemas.

Como as empresas brasileiras estão se adequando cada vez mais para atender as normas impostas pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social, o mercado de trabalho tem sido bastante receptivo a estes profissionais. Hospitais, empresas públicas e privadas da construção civil, aviação, mineradoras, petrolíferas, instituições de ensino e comércio são apenas algumas das várias possibilidades que o tecnólogo em segurança do trabalho pode atuar.

Esse profissional tem a missão de inspecionar as instalações físicas e equipamentos utilizados pelos trabalhadores e está sempre atento aos possíveis fatores de risco, principalmente em locais mais perigosos, como fábricas, laboratórios e hospitais, por exemplo. Ou seja, é ele que está sempre preocupado com ações para evitar acidentes e problemas de saúde dos trabalhadores!

E você sabia que existe um curso superior para trabalhar com segurança do trabalho? O curso superior de tecnologia tem a duração média de seis semestres é prepara o acadêmico por meio de disciplinas voltadas à gestão e empreendedorismo, ética e responsabilidade social, além de saúde, segurança do trabalhador e as legislações voltadas ao assunto.

E aí? Se identificou? Se você se considera uma pessoa cuidadosa, atenciosa, preocupada com a saúde e bem-estar de todos, e se interessa por leis e gestão, talvez esta seja a profissão do seu futuro!

Assista abaixo o “Ajuda aí, Unoeste” e descubra um pouco mais da área de Segurança do Trabalho:

Comments

comments