Cursos de pós-graduação: quais são as diferenças?

Por
0 0 0 Sem comentários

Então você percebe que o momento é de buscar uma maior qualificação ou atualização profissional, e quando começa a pesquisar os cursos de pós-graduação voltados à sua carreira, identifica inúmeras possibilidades: aperfeiçoamento, especialização, MBA, residência, mestrado e doutorado. O que era para ser uma decisão rápida se torna motivo de muitas dúvidas, afinal, quais são as diferenças desses cursos? Entender bem cada modalidade e seu momento de carreira pode te ajudar a ganhar tempo e destaque no mercado de trabalho.

Seja presencial ou a distância, antes de escolher pelo curso você precisa ter bem definido o seu objetivo, lembrando que apenas portadores de diploma de ensino superior (graduação) podem avançar para uma pós-graduação. Talvez o seu interesse seja complementar a sua formação, adquirir novas competências ou mesmo reforçar aquelas adquiridas no ensino superior, ou ainda você almeja mudar de área. Tudo isso pode ser conseguido por meio de um curso de pós-graduação.

O primeiro item que precisa ser amplamente esclarecido é que todos os cursos de pós-graduação envolvem teoria e aprendizado prático, em maior ou menor nível, podem apresentar períodos de duração diferentes, e o aluno pode escolher a área (lato sensu) ou se adequar a uma determinada área de conhecimento (stricto sensu) para aprofundar seu aprendizado prático.

A pós-graduação lato sensu engloba as especializações e os denominados Master Business Administration (ou MBAs). Hoje, muitos desses cursos são meramente equivalentes às especializações e apenas algumas instituições ofertam MBAs compatíveis ao formato original proposto como, por exemplo, cursos voltados para a área de negócios com complementações de módulos de estudo internacionais. O mercado de trabalho tem hoje bom espaço para profissionais que optam pelas especializações e MBAs. Em suma, cursos lato sensu propõem adicionar ou complementar, a partir do aprendizado obtido no ensino superior, com uma formação teórica e prática em determinada área.

Os cursos de pós-graduação stricto sensu englobam os mestrados, os doutorados e os pós-doutorados. Mas engana-se aquele que acha que mestrado e doutorado servem apenas para formar professores, ou cientistas teóricos sem formação prática. Além de receber um conhecimento avançado, força o profissional a alinhar este conhecimento com o desenvolvimento de uma série de habilidades, como: pró-atividade, comunicação, liderança, relacionamento, capacidade de análise, resolução de problemas, gestão do tempo, criatividade, inovação etc.

Adicionalmente a carreira acadêmica, os profissionais hoje formados nos cursos de mestrado e doutorado têm mercado de trabalho em várias posições, mas principalmente nos setores ligados à inovação de produtos, serviços ou processos dentro das empresas. Portanto, cursos stricto sensu têm, hoje, uma proposta de adicionar ou reforçar ao profissional uma formação teórica e prática avançada em conjunto com habilidades ligadas principalmente a inovação e aos novos conhecimentos. Outro detalhe importante é que os profissionais recebem diploma (não certificado) e um título de MESTRE ou DOUTOR.

Residências se enquadram em uma modalidade de curso de pós-graduação bastante ofertada para profissionais da saúde (maior parte médicos) que, além de fornecer novos conhecimentos, privilegia em maior profundidade principalmente o aprimoramento dos profissionais na parte prática, técnica e nas rotinas operacionais.

Um curso de aperfeiçoamento é mais curto, e procura direcionar o aprendizado dos profissionais que precisam dominar certas tecnologias ou conhecimentos de forma mais rápida ou direta.

Outra ideia, que também merece ser evidenciada, é que: todo curso de pós-graduação oferece uma formação teórica e prática avançada, SEMPRE preparando o profissional para o mercado de trabalho, independentemente de qual seja.

E por último, é importante destacar que quando se pensa em “MOMENTO DE CARREIRA” inúmeras situações surgem. Por exemplo: a) você pode ser um recém-formado com capacidade limitada de investimento; b) você pode ser um profissional já com maturidade mediana, boa capacidade de investimento e formações já completadas anteriormente em pós-graduação (especialista e/ou mestre); c) você precisa agora de uma rápida imersão numa determinada tecnologia para atuar na empresa que trabalha; d) você já é um profissional de alta maturidade, boa capacidade de investimento e tem também inúmeras formações já completadas em pós-graduação (MBA e/ou doutor); etc.

Em todos estes momentos de carreira ou em diversos outros que você se encontra na atualidade, o importante é saber que existe um curso de pós-graduação que pode atender os seus objetivos profissionais. Basta se informar direito e buscar sempre universidades credenciadas e reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC), assim você alcança os resultados desejados em sua carreira.

E agora, que tal fazer a escolha certa para uma pós-graduação que se ajusta com seu momento atual de carreira profissional?

Colaboração Dr. Adilson Eduardo Guelfi, pró-reitor de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Unoeste.

Comments

comments