Biomedicina: Conceito máximo e um dos melhores cursos do país

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

A Faculdade de Biomedicina é relativamente nova nas instituições de ensino superior, já que a profissão surgiu apenas em 1966 no Brasil. O objetivo, naquela época, era formar profissionais para atuarem como docentes especializados nas disciplinas básicas das escolas de medicina com conhecimentos suficientes para auxiliarem em pesquisas nas áreas de ciências aplicadas. Na Unoeste, a primeira turma se formou em 2012 e desde então a graduação presencial tem se concretizado como uma das melhores do país, segundo o MEC.

Conceito MEC

A Biomedicina Unoeste tem a nota máxima pelo MEC (5), é um curso estrelado pelo Guia da Faculdade Quero Educação/Estadão com 4 estrelas e está entre as cinco melhores graduações do país, dentre todas as instituições públicas e privadas, segundo o último CPC/MEC, entre diversas outras premiações. 

O conceito CPC leva em consideração quatro dimensões: o desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade); o valor agregado pelo curso ao desenvolvimento dos estudantes concluintes (IDD); o perfil do corpo docente, que avalia o regime do trabalho e titulação dos professores; e a percepção do aluno sobre as Condições do Processo Formativo, obtida através do questionário do estudante do Enade.

Você pode conferir os conceitos dos cursos e das instituições de ensino no portal e-MEC. A dica é ter essa ferramenta como um dos critérios para a sua escolha. E fique atento nas datas da última atualização, principalmente do CPC e CC, lembrando que a avaliação do curso é trienal e que apesar de conter “preliminar” no CPC, este conceito pode ser o definitivo. Entenda cada conceito neste post.

Vale destacar que a Unoeste também está entre as melhores universidades particulares: é a 3ª melhor do Estado de São Paulo e a 12ª do Brasil, conforme o último Índice Geral de Cursos (IGC) divulgado pelo Ministério da Educação, que deu conceito 4 para a universidade, em escala que vai de 1 a 5.

Biomedicina EaD

A mesma qualidade e estrutura que o curso de Biomedicina Unoeste possui no presencial foram levadas em 2020 para a modalidade a distância também.  A graduação EaD conta com aulas práticas presenciais obrigatórias de uma a duas vezes por semana nos campi de Presidente Prudente, Jaú e Guarujá, assim como provas, Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) e estágios supervisionados, garantindo assim que os alunos desenvolvam plenamente suas habilidades e competências profissionais. 

Dentre os maiores benefício da EaD é a flexibilidade em realizar as aulas teóricas em casa ou qualquer outro lugar. As atividades práticas presenciais utilizam a excelente estrutura de laboratórios que os campi já oferecem aos estudantes. Além disso, são realizadas também atividades na comunidade, assim como em unidades de saúde dos municípios para garantir diversos cenários de prática àqueles que optarem por esta modalidade. 

Estrutura de primeira

Falando em estrutura física disponível para os acadêmicos, o curso de Biomedicina possui uma das melhores já vistas com mais de 20 laboratórios distribuídos entre os campi da Unoeste.

No campus 1, por exemplo, são vários locais utilizados para atividades práticas, estudos e pesquisas dos estudantes de Biomedicina. São eles:

Laboratório de Biologia Celular e Molecular

Visa o estudo da vida, desde o seu surgimento, composição e constituição, até a sua história evolutiva, aspectos comportamentais, relação com outros organismos e com o ambiente.

Laboratórios de Genética

Permite o estudo da constituição citológica de órgãos e sistemas e os aspectos envolvidos nas estruturas celulares, os genes e os mecanismos que garantem a hereditariedade.

Laboratório de Fisiologia e Biofísica

Amplia o conhecimento dos processos fisiológicos humanos, bem como sua relação e impacto nos diferentes órgãos e tecidos, além das atividades práticas que visam o estudo das biomoléculas constituintes do organismo, bem como os aspectos regulatórios relacionando sua importância com o estudo das doenças.

Laboratório de Patologia

Tem por objetivo a execução do processo macroscópico de peças de biópsias pré-selecionadas e estudos microscópicos de lâminas de processos patológico.

Laboratório de Técnicas Histopatológicas e Embriológicas

Possibilita que os acadêmicos identifiquem a constituição histológica, embriológica e patológica de órgãos e sistemas e os aspectos envolvidos nas estruturas e características celulares.

Laboratório de Análises Toxicológicas

Desenvolve atividades de rotina que envolve a realização das análises toxicológicas de fármacos/drogas de abuso em amostra biológicas.

Laboratório de Bioquímica

Propicia a realização de exames para o diagnóstico de materiais orgânicos, em que seus resultados refletem alterações metabólicas responsáveis pelo desenvolvimento de doenças.

Laboratório de Hematologia Clínica

Visa a realização de exames para o diagnóstico dos elementos celulares do sangue, para apoio a investigação de doenças hematológicas e sistêmicas.

Laboratório de Imunologia Clínica

Desenvolve atividades de rotina que envolve a realização de exames para o diagnóstico de doenças infecciosas e suas respectivas respostas.

Laboratório de Microbiologia Clínica

Realização de exames para diagnosticar os principais agentes microbianos causadores de doenças.

Laboratório de Parasitologia Clínica

Permite a realização de exames parasitológicos de fezes para o diagnóstico dos patógenos causadores de doenças no homem.

Laboratório de Bioquímica 1 e 2

Permite o desenvolvimento de habilidades de estudo nas reações químicas de processos biológicos que ocorrem nos organismos vivos.

Laboratório de Farmacologia 1 e 2

Objetivam conhecer a ação dos ativos das principais classes de fármacos.

Laboratório de Imunologia

Estuda os mecanismos fisiológicos que os seres humanos usam para defender o corpo de invasão por microrganismo.

Laboratório de Microbiologia

Se constitui no cenário das práticas de habilidades na área de bacteriologia, micologia, virologia.

Laboratório de Anatomia Humana 1, 2, 3 e 4

São quatro laboratórios que têm por objetivo o estudo e manuseio de modelos anatômicos e peças cadavéricas conservadas em solução de glicerina, bem como a dissecação e reparação das peças para estudo.

Já no campus 2, os laboratórios utilizados pela Biomedicina Unoeste são:

Laboratório de Análises de Alimentos

Permite estudos dos alimentos, tais como: suas propriedades físicas, químicas, toxicológicas e ação no organismo, bem como seu valor alimentício e calórico.

Laboratório de Química 1, 2 e 3

Destinam-se ao estudo de análises e reações químicas e conta com equipamentos, instrumentos e condições adequadas para oferecer segurança.

Laboratório de Bioquímica

Permite o desenvolvimento de habilidades de estudo nas reações e análises bioquímicas

Laboratório de Análises Clínicas

Além de todos esses laboratórios utilizados em aulas dentro das dependências da Unoeste, a instituição possui ainda o grande diferencial de ter um Laboratório de Análises Clínicas próprio, localizado na via lateral do Hospital Regional de Presidente Prudente (HRPP). O local possui o selo de qualidade de acreditação pelo Sistema Nacional de Acreditação junto ao Departamento de Inspeção e Credenciamento de Qualidade (DICQ), se tornando o primeiro laboratório-escola do Estado de São Paulo e o segundo do país a receber a oficialização.

Esse laboratório conta ainda com um posto de coleta descentralizado, localizado em frente ao HRPP e presta serviços para o Sistema Único de Saúde (SUS) por meio da Secretária Municipal de Saúde de Presidente Prudente, o qual atende aproximadamente 3.600 pacientes por mês, gerando 32 mil exames por mês.

Mais diferenciais

No curso de Biomedicina da Unoeste o estudante se forma com duas habilitações profissionais, com atuação prática ainda da graduação, através do estágio em análises clínicas e o estágio em diagnóstico por imagem. Com essas frentes, o aluno se formará com a possibilidade de atuar nas duas áreas, um grande diferencial do curso, que possibilita mil horas de estágio prático. Ou seja, além da pesquisa, que já é fomentada desde o terceiro termo, esse profissional poderá atuar nas áreas de análises clínicas e de diagnóstico por imagem.   

Simulação Realística

Entre os destaques da estrutura dos cursos da área da saúde da Unoeste estão os Laboratórios de Habilidades e Simulação (LHabSim), presentes nos três campi e que são referência em ensino. Neles os estudantes são treinados para desenvolver habilidades clínicas e de comunicação. Estas ações são programadas obedecendo aos protocolos e as estações com modelos e simuladores que são separados em salas específicas para o melhor aproveitamento didático pelos professores e estudantes. Os simuladores permitem alta fidelidade e reproduzem atividades semelhantes a humanos.

O diferencial deste laboratório é a metodologia utilizada para o ensino dos futuros profissionais, pois durante a universidade eles têm a oportunidade de simular quase todas as situações clínicas que serão experimentadas na vida real.

O LHabSim possui equipamentos que vão de estetoscópios a computadores de alto desempenho alocados em ambientes com câmeras e equipamentos de som com alta fidelidade. Dentre eles, os que mais chamam a atenção são os simuladores humanos de aparência realista. Com os equipamentos de alta tecnologia e com metodologia de trabalho adequada, esse laboratório pode transformar a educação médica oferecida atualmente no país.

Saiba mais sobre o LHabSim de Presidente Prudente, que é referência na América Latina. 

Sala Betha

A Sala Betha está localizada no campus 1 e é o espaço que reúne tecnologias de ponta, como: mesas interativas, realidade aumentada, holografia, peças impressas em 3D, celulares, tabletes e projetores de alta definição. Recursos que possibilitam, por exemplo, acompanhar uma cirurgia em tempo real em diferentes perspectivas.

Os cenários, dentro da metodologia proposta, começam com realidade aumentada, e sempre na mesa tem um celular, uma carta e uma peça impressa em 3D. Com o celular, o aluno vê o que tem na carta; com a realidade aumentada começa a comparar com aquilo que está vendo na mesa e com a peça impressa, assim, em 10 minutos ele já tem toda uma perspectiva em vários ângulos. A Sala Betha  permite inúmeras possibilidades, integrando sempre a tecnologia e a educação.

Atividades extensivas

Considerando o tripé universitário ensino, pesquisa e extensão, diversas atividades extraclasse são desenvolvidas pelo estudante desde o início do curso. Com foco nas comunidades de alta vulnerabilidade social, as ações de extensão permitem o crescimento humano aliado ao profissional.

O curso de Biomedicina está inserido em diferentes atividades de extensão na comunidade, como em projetos em Unidades Básicas de Saúde, em ações variadas junto à comunidade e em parcerias com entidades públicas e privadas. Enfim, é muito comum ver a presença de alunos e professores deste curso em ações de atendimento à comunidade.

Pesquisa na universidade

No que tange à pesquisa, são oferecidas oportunidades de realização de projetos de iniciação científica nas diferentes áreas de atuação profissional, incluindo a possibilidade de bolsas institucionais e de agências de fomento. A orientação científica estimula no estudante o pensamento crítico e atualizado e a utilização do método científico o ensina a desbravar os caminhos da ciência.

Para quem pretende se aprofundar neste universo, o curso de Biomedicina da Unoeste conta com corpo docente capacitado para orientar os estudantes nos mais diversos temas pretendidos, além da possibilidade de envolvimento em estudos em parceria com pesquisadores de outros cursos da área da saúde, e até do mestrado ou doutorado da universidade. Descobertas científicas podem fazer a diferença na vida das pessoas!

Rede de Bibliotecas

A Rede de Bibliotecas da Unoeste conta com mais de 255 mil exemplares, além de bibliotecas virtuais com quase 18 mil títulos. Para os pesquisadores, a universidade também oferece o Portal de Periódicos da Capes, que é uma base mundialmente conhecida, com periódicos relevantes em todas as áreas do conhecimento. São 136 bases disponíveis com artigos na íntegra.

Suporte universitário

Olhar o aluno como um todo, em todas as suas especificidades, também é papel da universidade. É fato que existem vários fatores externos que podem interferir no aprendizado, por isso os acadêmicos da Unoeste têm outros suportes como o Núcleo de Apoio ao Estudante (NAE) e o Serviço Universitário de Apoio Psicopedagógico (SUAPp).

O NAE promove o acolhimento do estudante de forma integral em conjunto com as coordenações e os professores, fornecendo inclusive informações gerais aos pais ou responsáveis. Está presente durante todo o curso, ajudando os acadêmicos na construção de carreiras através da Central de Estágios, que tem o objetivo do ingresso deste aluno no mercado de trabalho através da divulgação de vagas para estágios e efetivas, auxiliando-os também na elaboração de currículos e dicas para entrevistas de emprego. Saiba mais no site.

Já o Serviço Universitário de Apoio Psicopedagógico visa acolher, orientar e aconselhar o acadêmico sobre as possíveis dificuldades no processo de aprendizagem. A universidade conta com psicólogas em todos os campi e o agendamento pode ser feito no site da Unoeste, Área do Aluno, na aba “Serviços”, no ícone SUAPp.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.