Engenharias: conheça a diferença entre elas!

Tempo de leitura: 8 minutos

Diferença entre as engenharias é pesquisada por lupa segurada por menina

Antes de tudo, lembre-se de quando era criança e fazia castelos de areia ou casas de terra com pontes para a passagem de rios. Aliás, sabia que essas brincadeiras despertavam o espírito de engenheiro em você? Ao propósito, essa vontade de construir e inventar são características desse profissional.  Surpreendentemente, existem dezenas de cursos de engenharias no Brasil com suas peculiaridades. Com toda essa variedade, que tal conhecer a diferença entre algumas engenharias? Todos os detalhes você vai saber neste post!

O que há em comum?

Em primeiro lugar saiba que independentemente da engenharia, existem afinidades em comum. Então, se você gosta de números e de fazer contas e tem interesse pela ciência já é um ótimo começo.

Além disso, a engenharia é uma área que exige interesse e capacidade de solucionar problemas. Só para ilustrar, já se deparou tentando arrumar algum aparelho na sua casa ou inventou alguma engenhosidade? Portanto, se você se imagina ou passou por alguma dessas situações essa carreira é para o seu perfil. Seja como for, a engenharia envolve muita tecnologia e, por isso, você precisa ter muito conhecimento técnico e raciocínio lógico.

Sem dúvidas, os engenheiros fazem parte da nossa história. Desde a grandes pirâmides do Egito até a criação de máquinas, construções e ferramentas usadas no dia a dia. Da construção de prédios, de circuitos eletrônicos até os cuidados com o meio ambiente tem um engenheiro por trás.

Engenharia Civil

É provável que ao ouvir falar da engenharia civil automaticamente pensa na construção de casas, prédios ou outros empreendimentos. Além disso, a profissão também coordena e executa pontes, estradas, viadutos e até barragens.

O engenheiro civil não está só nesses campos, mas também se envolve com sistemas de tratamento de água e de esgoto, avaliações e perícias técnicas. Em outras palavras, é uma carreira ligada às obras civis, sistemas de transportes, saneamento ambiental, entre outros.

Ficou interessado pela área? Esse post te dá mais detalhes. Você pode estudar nas modalidades presencial e semipresencial. Clique aqui para mais informações sobre essa graduação!

Engenharia Ambiental e Sanitária

Sobretudo, o papel do engenheiro ambiental e sanitarista é cuidar dos recursos naturais e proteger a saúde humana. O que isso significa? Essa profissão deve ter um olhar atento para diminuir os dados causados ao meio ambiente.

Só para ilustrar, a engenharia ambiental e sanitária está presente desde os sistemas de coleta e de tratamento de esgoto até a gestão de resíduos sólidos. Em outras palavras, meio ambiente e sustentabilidade são as palavras-chaves dessa carreira.

Sob o mesmo ponto de vista, esse post traz várias informações sobre a engenharia ambiental e sanitária. Agora se você quer saber mais sobre o que precisa estudar para essa formação é só clicar aqui.

Engenharia Elétrica

Sem dúvida, falou em energia elétrica com certeza tem um engenheiro especialmente para essa área. Aliás, esse profissional trabalha também com o eletromagnetismo e a eletrônica. Quer uma curiosidade sobre essa profissão? É uma das mais antigas entre as engenharias, afinal, é difícil imaginar o nosso dia a dia sem o seu trabalho.

O engenheiro eletricista está na construção de sistemas de controle e de automação industrial e no desenvolvimento de componentes eletrônicos. Também opera e repara equipamentos e instalações elétricas e atua na construção de usinas hidrelétricas, nucleares e termelétricas. Além disso, trabalha em concessionárias de energia, fábricas de smartphones, indústrias de telecomunicações e de equipamentos.

Tenho um post bem interessante que traz todos os detalhes sobre essa carreira. Logo que você pretende fazer uma graduação na área, que tal dar uma olhadinha sobre o que vai aprender? É só clicar aqui!

Engenharia de Produção

Uma vez que se pensa em todos os processos produtivos de uma indústria, logo vem à mente um engenheiro de produção. Só para exemplificar, ele é quem cuida da qualidade e da produtividade de uma empresa ou indústria. Por certo, o principal ponto que diferencia essa engenharia das demais é uma quantidade maior de conhecimentos e habilidades. Isto é, o profissional sabe desde o planejamento e o controle da produção até a gestão de qualidade e a engenharia do produto.

Não apenas se preocupa com a qualidade, essa engenharia também garante a eficiência dos produtos. Quer saber outra coisa legal? Essa carreira também é uma importante parceira das empresas na diminuição dos curtos nos processos produtivos.

Esse post do blog traz mais informações sobre essa carreira. Aliás, se você se identificou com a área pode saber como fazer para se qualificar. Inclusive, existe a opção presencial e a distância! Tá vendo só? Tenho certeza que uma delas vai se encaixar no seu perfil.

Engenharia Mecânica

Antes de mais nada, saiba que a palavra-chave da engenharia mecânica é a curiosidade! Então, se você já quis saber o que está por trás do funcionamento das coisas, essa área é a sua cara. Ao propósito, engana-se quem acha que essa engenharia só diz respeito aos veículos. Uma vez que essa profissão desenvolve, cuida e constrói qualquer tipo de máquinas ou robôs. Ou seja, desde a criação de uma moto ou um motor até uma geladeira ou ar-condicionado.

Ao mesmo tempo, esse profissional trabalha em parceria com outros engenheiros como o de produção e eletricista. O blog tem um conteúdo bem legal sobre essa carreira, é só clicar aqui. Agora se já quer saber tudo sobre a graduação, esse link é para você!

Engenharia Mecatrônica

Imagine só! Você envia um e-mail importante e logo recebe uma notificação de leitura e de entrega. Aliás, sabe aquela roupa que você tanto queria? Chegou um aviso que ela está disponível para você! Essas duas situações práticas têm um ponto em comum: a automação. Em outras palavras, existe todo um mecanismo para que essas ações ocorram automaticamente. Se no dia a dia existe essa dinâmica, para a indústria não poderia ser diferente e é desenvolvida pelo engenheiro mecatrônico. Com toda a certeza, esse profissional usa computadores, sistemas e robôs para a automatização de processos. Além disso, ele opera e faz a manutenção das máquinas industriais.

Nesse sentido, para se qualificar é preciso uma bagagem multidisciplinar, ou seja, saber desde sistemas eletrônicos, mecânicos, elétricos até os computacionais. Aqui no blog tem um post que fala certinho sobre essa engenharia. Já nesse link você tem todos os detalhes sobre a graduação na área.

Engenharia da Complexidade

Por exemplo: como resolver os longos engarrafamentos em um dia chuvoso de uma grande cidade? Esse problema é bem complexo, não é mesmo? Antes de mais nada, para ajudar a resolver essa e outras situações a engenharia da complexidade é fundamental. Desse modo, o profissional dessa área tem um olhar integrado com outras engenheiras e a ciência. Só assim que ele vai conseguir analisar, entender e propor soluções para os ambientes.

Se você gosta de solucionar problemas e tem um pezinho no futuro, essa engenharia tem tudo a ver com o seu perfil. Mais detalhes sobre essa carreira nesse post do blog. Inclusive, você pode fazer uma graduação para atuar nesse segmento, veja mais informações aqui.

Engenharia Eletrônica

Eles são minúsculos, mas fazem toda a diferença! Do que estou falando? Dos sistemas integrados que estão presentes em aparelhos eletrônicos como computadores e celulares. Aliás, você sabia que a área que desenvolve esses e outros dispositivos é a engenharia eletrônica? Em outras palavras, é a engenharia que mexe com eletricidade em pequenas escalas.

Nesse sentido, o engenheiro eletrônico pode trabalhar na indústria pesquisando ou liderando equipes e serviços. Além disso, pode mexer diretamente com os sistemas no desenvolvimento de componentes e equipamentos. A fim de que você se torne um ótimo profissional fazer uma graduação é essencial. Já pensou ter a chance de estudar no conforto de casa conforme a sua rotina? A opção a distância para essa engenharia te permite isso, clique aqui para saber mais. Agora se você quer dar mais uma olhadinha no que faz essa engenharia, esse post é sob medida!

Engenharia Química

Primeiramente: o que o chiclete, o detergente e o giz de cera têm em comum? O petróleo! Isso mesmo, essa fonte de energia também está presente em vários itens. De tal forma que é a engenharia química que atua nessa transformação. Ou seja, esse engenheiro produz e controla as reações dos processos industriais e as mudanças físico-químicas da matéria-prima.

Esse post do blog tem outras informações interessantes sobre essa engenharia. Aliás, se esse curso tem tudo a ver com você, aqui dá para saber o que vai estudar futuramente.

Quanto posso ganhar?

Uma vez que você conheceu algumas engenharias, que tal saber quanto ganham algumas delas? Inclusive, essas informações são do site Salario.com com base no Novo Caged. Confira as médias salariais da engenharias:

  • Civil: R$ 7.332,35
  • Ambiental e Sanitária: R$ 6.382,74
  • Elétrica: R$ 7.936,92
  • Produção: R$ 8.204,89
  • Mecânica: R$ 8.204,89
  • Mecatrônica: R$ 6.208,44
  • Eletrônica: R$ 8.516,02
  • Química: R$ 8.688,07

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *