Faculdade de Educação Financeira ganha destaque

Tempo de leitura: 5 minutos

Educação Financeira: Uma mão colocando uma moeda em cofre

Imagina só, fazer aquela viagem ou comprar aquele produto que tanto deseja… Seria como realizar um sonho, concorda? Agora, imagina ter dinheiro no banco para pagar suas contas em dia e ainda conseguir alcançar esses desejos! Antes de mais nada, para vivenciar momentos como esses não é preciso esperar por um milagre. Basta determinação e controle para as finanças. A faculdade de Educação Financeira atende uma demanda global, inclusive com ensinamentos que podem ser aplicados desde a infância.

Primeiramente, é preciso entender que apenas guardar dinheiro não é a solução. A faculdade de Educação financeira ensina muito além de juntar uma grana aqui e lá. Afinal, deve-se pensar e estar preparado para imprevistos. A ideia é buscar uma qualidade de vida, pensando no hoje e no futuro.

A educação financeira pode ser entendida como uma mudança de comportamento, com o intuito de organizar e multiplicar seus recursos ou bens, por exemplo. Ainda, importante saber que lidar com finanças é necessário em todas as situações, tanto para quem tem o orçamento mais apertado quanto para quem já mantém estabilidade na renda.

Educação financeira não é brincadeira

Só para exemplificar, a fábula da Cigarra e da formiga traz a ideia central de educação financeira. “Devemos aproveitar o dia de hoje como se fosse o último ou cuidar do que temos para o futuro?”. Então, imagine que você está passeando pela cidade e, de repente, passa por uma loja e vê aquela roupa que sempre quis comprar. Porém, você não tem mais dinheiro para o mês. O que fazer?

Nessa hipótese, são possíveis algumas reações:

1) você compra e parcela em inúmeras vezes, pois só se vive uma vez;

2) não compra de imediato, afinal, tudo deve ser planejado;

3) não compra agora e nem depois, pois outras demandas merecem prioridade.

Pare e pense, existe uma resposta correta para essa situação. Não!!! Isso porque, não existe o certo ou o errado, cada um poderá optar por escolher qualquer uma delas. No entanto, a escolha deve ser feita com conforme a situação de cada um, claro, levando em consideração o bolso. Ter educação financeira é também não agir por impulso!

Faculdade de Educação Financeira: dicas

Para falar sobre dinheiro, é preciso saber que ele pode ser um tanto um auxílio quanto um grande problema. Nesse sentido, é importante incluir tarefas que contribuam com sua clareza sobre gastos e ganhos. Abaixo, acompanhe algumas dicas:

Faça uma avaliação – antes de criar uma estratégia, você precisa saber qual situação está vivendo. Ou seja, compreenda o seu momento financeiro.

Anote tudo – é nessa etapa que devem ser feitas as perguntas que te mostrarão a realidade de sua vida financeira. Perguntas como: qual o valor do seu salário, quanto gasta com despesas fixas, compras dispensáveis e mais variáveis. Assim, você poderá determinar o seu perfil de consumo.

Saiba fazer seu planejamento – a ideia é definir os objetivos a curto, médio e longo prazo. Dessa maneira, você poderá escolher o foco e dar início a sua caminhada.

Faça um cronograma – liste ações que você deseja executar. Se pretende comprar algo mais caro, é necessário reservar uma quantia que possa ser aplicada em seu orçamento. Pense no valor mensal e em quanto tempo você poderá concluir essa etapa.

Invista – realizar um investimento pode ser uma oportunidade de guardar um dinheiro e atingir a meta estabelecida.  Mas é importante escolher o mais adequado a você.

Corte gastos – no fim do mês a conta precisa fechar. Para isso, se necessário, faça alguns cortes, e assim, elimine aquilo que não seja essencial.

Renegocie suas dívidas – caso tenha dívidas pendentes, faça um renegociação do valor.

Tenha disciplina – a perseverança é primordial para que tudo que você já fez até aqui dê certo. Então, não desista dos objetivos, mesmo que seja difícil.

Dica bônus – tome cuidado com os gastos no cartão de crédito, o uso excessivo pode ser prejudicial.

Calma, pode até parecer muita coisa para se fazer. Mas são dicas simples que podem mudar sua vida financeira.

Faculdade de Educação Financeira

Antes de tudo, é importante saber que uma graduação em educação financeira pode fazer a diferença na sua carreira profissional e na sua vida. Inclusive, o aluno pode buscar formação completa sem sair de casa. A faculdade de Educação Financeira EAD, modalidade a distância, possibilita que o aluno escolha os horários e o local de estudo. Acesse este link e conheça o primeiro curso superior na área.

Ademais, estude em uma instituição de referência e reconhecida pelo MEC. Esse é o primeiro passo para o sucesso profissional. Clique aqui para saber mais sobre os conceitos do MEC.

O mercado de trabalho

O profissional formado em uma faculdade de educação financeira tem uma infinidade de possibilidades de atuação no mercado de trabalho. O educador financeiro, basicamente, pode atuar em organizações do setor financeiro, bem como em escolas, bancos, seguradoras e realizar serviços autônomos. Além disso, pode dar consultorias, atender famílias, promover palestras, seminários, apresentações e cursos.

Gostou dessa área e quer saber mais sobre a graduação em Educação Financeira EAD? Clique aqui para tirar suas dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *