Jogos na Educação: auxílio para o ensino

Tempo de leitura: 4 minutos

Jogos para educação: uma mão de criança manuseando um àbaco, instrumento que auxilia na aprendizagem das contas

Se alguém perguntasse a você: o que vem à sua mente quando pensa em uma sala aula? Certamente a resposta seria: alunos, professores, carteiras, lousa, giz, cadernos, livros, entre outros materiais comuns em uma escola, correto? Mas a verdade é que, atualmente, outras ferramentas também se tornaram parte das aulas. Brincadeiras, dinâmicas e até mesmo de jogos para a educação de crianças estão sendo bastante utilizados pelo professor.

Então, se você adora um desafio, bem como acredita que novas ações ajudam na educação, acompanhe neste post algumas dicas.  

Jogos para Educação

Um grande desafio para os professores é juntar jogos com a educação. Desse modo, surgem dúvidas de como fazer, quando usar. Além de ter bem definido qual a sua contribuição para o ensino dos alunos.

Em síntese, além dos jogos serem divertidos, eles ajudam no aprendizado. Ao usá-los, o professor pode trabalhar vários conteúdos. Regras, estratégias, controle do tempo, formação pessoal, desafios, trabalho em equipe… Essas são algumas das lições que podem ser aprendidas com o uso dos jogos.

Como usar jogos na educação?

Acompanhe abaixo alguns exemplos de jogos usados no ensino.

Tangram – semelhante a um quebra cabeças, esse jogo é formado por apenas 7 peças. A ideia do jogo é apenas a montagem de diversas figuras. No entanto, o professor pode indicar que em duplas os alunos montem as figuras indicadas. E como em todo jogo, vence a dupla que concluir a tarefa primeiro. Uma competição que pode divertir as aulas de Matemática, História, Geografia, Português e muito mais.

Quebra-cabeças – para esse jogo é preciso atenção e um bom olhar. O professor pode usá-lo para assuntos ensinados em sala de aula, bem como para conhecer seus alunos. O jogo pode ser feito pelo professor com novas formas e desenhos. Então, é importante saber qual o objetivo da atividade. É uma ótima opção para atividades de Matemática, Artes, Geografia, Português e Ciências.

Jogo da memória – vincular conhecimentos de uma ou mais áreas pode ser uma boa jogada. Não necessariamente esse jogo precisa-se de imagens, mas uma opção é trabalhar o conteúdo. Por exemplo, pergunta em uma carta e resposta em outra. Ganha a pessoa, dupla ou grupo que encontrar a pergunta e resposta certa.

Jogos digitais para educação

Não são só os jogos manuais que ajudam na educação. Da mesma forma, os jogos digitais são ótimos recursos! Se usados corretamente, as crianças podem aprender com aquilo que elas mais gostam, que são os games, por exemplo. E o melhor, os jogos digitais facilitam o ensino de várias matérias, como Matemática, Língua Portuguesa, enfim.

Para ampliar essa conversa, existem sites que trabalham com jogos digitais direcionados para a educação. Três exemplos são: Só Matemática; Só Português; e Plenarinho.

Jogo das Contas – disponível no site Só Matemática, onde você encontra uma série de atividades. Nada mais é que desafios contínuos, com o aumento dos níveis de dificuldades.

Jogo do Substantivo – esse é para treinar a gramática e a ortografia. Também tem jogos para treinar advérbios e separação de sílaba, por exemplo. Vale à pena uma olhadinha no jogo “Elemento Estranho” para descobrir qual palavra não é do grupo apresentado.

Jogo do Orçamento – é interessante porque o aluno também apresente sobre os direitos das pessoas. Então ele pode realizar ações que garantem saúde, segurança, moradia e educação aos moradores de uma cidade. É a chance de falar sobre os assuntos sociais em sala de aula. Vale a pena conferir!

Esses exemplos de “diversão” em sala de aula facilitam a discussão de diferentes temas. Ao propósito, usar ferramentas que auxiliem a compreensão do conteúdo é um diferencial.

Ser professor

Bacana esse conteúdo sobre jogos para educação, não acha? No entanto, esses são apenas alguns exemplos do que pode ser utilizado no ensino. É preciso ter uma boa faculdade e manter-se atualizado!

Se você quer ser professor e fazer a diferença na educação, então busque cursos de licenciaturas com propostas atuais. Clique nos links e conheça algumas opções: Artes Visuais, Ciências Biológicas, Geografia, Física, História, Letras, Matemática, Música, Pedagogia e Química.

E se quer um curso bacharelado, as oportunidades são: Ciências Biológicas, Química e Música.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *