Medicina é profissão do presente e do futuro

Tempo de leitura: 3 minutos

Medicina é presente e futuro com pessoas de máscara no centro cirúrgico

Antes de tudo, sabia que a essência da medicina é o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, independentemente da situação que elas se encontram. Aliás, quando o assunto é saúde, ele é o primeiro que vem na cabeça das pessoas. Ele está à frente no nascimento, no tratamento de uma doença, na descoberta de curas e na luta contra pandemias. Em outras palavras, a medicina é a profissão do presente e do futuro, principalmente, neste momento que o mundo inteiro busca proteção à vida. Ao propósito, o médico com uma equipe multidisciplinar, coloca a sua própria saúde em risco para um combater o vírus da Covid-19.

Medicina x tecnologia

Estudar Medicina é saber tudo sobre o corpo humano que é um grande mistério. Em contrapartida, quanto mais você sabe sobre ele, mais quer aprender . Mas o fato de não parar também faz parte dessa profissão, pois novidades surgem a todo o momento como um medicamento ou um tratamento mais eficaz. A tecnologia traz melhorias aos pacientes, principalmente na rapidez dos diagnósticos. Além disso, exames como a tomografia e a ressonância são comuns e trazem mais chances de cura.

Só para exemplificar como a tecnologia é importante na medicina. A ex-ginasta brasileira Laís Souza se chocou contra uma árvore e teve uma lesão medular definitiva. Ela perdeu os movimentos, a sensibilidade e o controle de todos os membros abaixo do pescoço. Por outro lado, até a sensação de voltar a ficar em pé ela experimentou com a ajuda da tecnologia assistiva que usou um estabilizador conhecido como Ortowalk.

Medicina humanizada

Por outro lado, em meio à globalização, não pode faltar nesse profissional o lado humanístico. Por certo, não existe máquina que transmita a afetividade e a tranquilidade do ser humano. Pensar no tratamento da doença é fundamental, mas tão importante quanto é olhar a pessoa como um todo.

Nesse sentido, é importante destacar que a formação médica é humanista e o estudante aprende com responsabilidade social. Além disso, ele deve ter compromisso com a defesa da cidadania, da dignidade humana e da saúde integral do ser humano. No momento em que ele se formar, vai atender o paciente que está acamado em sua casa. Seja como for, também vai se cuidar da família do doente com um olhar que vai além da doença.

Outros campos

Pode ser que você nunca tenha ouvido falar sobre a espiritualidade na medicina. Em outras palavras, essa área também está atrelada à saúde e outras práticas. De fato, estudos mostram que a espiritualidade é positiva para quem passa por algum sofrimento, seja físico, emocional ou mental. Desse modo, algumas escolas médicas já estudam o tema com as ligas e disciplinas. Assim será possível despertar a sensibilidade na relação entre o médico e seu paciente, de forma integral e humanizada.

Mercado de trabalho

De acordo com a Federação Nacional dos Médicos, um médico ganha R$ 14.134,58. Entretanto, esse valor pode ser ainda maior dependendo da quantidade de horas trabalhadas com plantões e especialidades. Para se ter uma ideia, um levantamento feito com base na Relação Anual de Informações Sociais do Ministério do Trabalho, indica salários de até R$ 22 mil.

Por fim, conheça algumas áreas em que o médico pode seguir:

  • Clínica geral,
  • Ortopedia,
  • Cardiologia,
  • Dermatologia,
  • Geriatria,
  • Fisiatria,
  • Nutrologia
  • Cirurgia plástica,
  • Ginecologia e obstetrícia, entre tantas outras especialidades…

Antes de mais nada é importante estudar em uma instituição reconhecida pelo MEC e que seja referência em ensino. Aliás, fazer medicina em uma universidade que já formou milhares de médico também é um diferencial. Clique aqui para fazer vestibular para medicina!

Conheça o curso de Medicina!

Dá uma olhadinha também nesse vídeo para saber mais sobre o que estuda essa graduação!

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.