Mercado de trabalho para bacharel em Física é amplo e diversificado

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Você sabia que o curso de Física não existe só como licenciatura? E por conta do vasto campo de trabalho que tem o bacharel nessa área, talvez seja mais fácil apontar o que esse profissional não pode fazer do que enumerar suas atribuições.

O bacharelado em Física visa formar um profissional que detêm conhecimentos da física clássica, até o final do século 19, e o da física moderna, do século 20. Trata-se de uma graduação que emprega os conhecimentos físicos de grandes pesquisadores do passado a fim de melhorar as condições de vida do presente através do uso de seus conhecimentos teóricos e práticos no desenvolvimento de novas tecnologias, teorias e práticas.

O físico licenciado tem uma formação voltada para a área da educação e pesquisa em tecnologias da educação. Já o físico bacharel é preparado quase inteiramente para a pesquisa de desenvolvimento de novas tecnologias, teorias e práticas.

Space Cowboy GIF - Find & Share on GIPHY

Dessa forma, o bacharel pode atuar nas áreas de física de novos materiais; física da matéria condensada; física nuclear e reatores nucleares; física de partículas; astrofísica, onde se busca entender os mistérios do universo, do passado e do futuro; física médica em hospitais e clínicas onde se trabalha com radiações para tratamentos de cânceres; empresas em que a busca de solução de problemas seja necessária em curto espaço de tempo, já que o físico bem formado detém rapidez de raciocínio e se constitui um profissional sempre voltado para problemas e suas resoluções.

Ou seja, o profissional dessa área tem infinitas possibilidades no mercado de trabalho, podendo atuar em institutos de pesquisas nacionais e internacionais nos mais variados setores. Durante o curso, por pertencer à área das ciências exatas, o aluno encontrará muitos conhecimentos matemáticos, sendo ótimas ferramentas para o desenvolvimento das pesquisas em física e em novas tecnologias.

Além de aprender uma matemática mais rica e elaborada, o estudante do bacharelado desenvolve habilidades para a compreensão da matéria e universo, da evolução da vida e dos cosmos, estudos aprofundados da estrutura da matéria e da ciência que estuda o mundo microscópico como a mecânica quântica em sua real base científica e aplicações, e não em meros conceitos popularmente empregados sem qualquer fundamento da mecânica quântica.

Colaboração de Cássio Fabian Sarquis de Campos, coordenador do curso de Física da Unoeste.



Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.