O que faz um agrônomo?  

O que faz um agrônomo?  

Tempo de leitura: 6 minutos

Sabe o que há em comum entre o jeans que você mais curte e o arroz com feijão? A atuação de um agrônomo! Isso mesmo, esse profissional tem um importante papel desde a plantação do algodão que se transforma em tecido até a de alimentos que estão sempre à mesa. Aliás, se você já pensou em fazer Agronomia e quer saber o que faz um agrônomo, este é o post certo para tirar as suas dúvidas. Confira as melhores opções de atuação desta profissão! 

O que faz um agrônomo? 

Em primeiro lugar, saiba que o engenheiro agrônomo planeja, organiza e faz a manutenção dos processos agrícolas. Além disso, ele pode organizar ações para melhorar o plantio, combater as pragas, realizar a colheita, o armazenamento e a comercialização dos produtos de origem vegetal e animal.  

Da mesma forma, se você curte biotecnologia, pode levar esse conhecimento dos laboratórios para o campo, colocando em prática pesquisas para dar aquele up na produtividade, respeitando o meio ambiente. Em resumo, o agrônomo tem um contato intenso com o campo, para que assim possa cuidar de tudo que está ligado à uma produção. Ou seja, os aspectos ambientais, climáticos, geográficos, sociais e técnicos.  

O dia a dia da profissão 

Prepare-se para uma vida de aventuras e bem dinâmica. Isso significa, encontrar oportunidades de emprego em várias fases e cadeias da produção agrícola. Nesse sentido, você poderá estar em fazendas, sítios, granjas, cooperativas, comércio e até na fiscalização de órgãos reguladores.  

Antes de tudo, saiba que em uma propriedade rural você terá a chance de usar diversas tecnologias para melhorar uma produtividade, como irrigação ou manejo otimizado.  

E que tal ser prestador de serviços? Neste caso, você fará pesquisas de mercado para ajudar o produtor em determinada atividade. Inclusive, também pode administrar rotinas de criação de rebanhos ou melhorar o faturamento do negócio.  

Funções de um agrônomo 

Execução de projetos agropecuários 

Imagine a situação… Você tem uma grande área de plantio pela frente e precisa dar agilidade para essa fase. Daí sugere a utilização do GPS, sensores e outros sistemas nas máquinas agrícolas para que elas funcionem no piloto automático e, consequentemente, otimizando a plantação.  

Esse é um exemplo que se encaixa na execução de projetos agropecuários, pois você poderá planejar e realizar ações que envolvam a tecnologia rural. Com toda a certeza, também estará à frente da avaliação da qualidade do solo que receberá a plantação, a organização dos recursos e também poderá trabalhar com os animais que podem ampliar o ritmo de reprodução.  

Ao mesmo tempo, você estará por dentro da aquisição e instalação de novos equipamentos como irrigadores automatizados ou sistemas de drenagem e nivelação do solo. 

Gestão  

Antes de mais nada, saiba que não são somente as indústrias que precisam de bons líderes. No campo é importante ter profissionais que possam gerenciar as suas equipes. Adivinhe, só? Como agrônomo você também estará apto a desempenhar essa função.  

Em outras palavras, cuidará para que tudo esteja na mais perfeita ordem desde o transporte, a infraestrutura, distribuição das funções até o controle de qualidade. E, tem mais! O seu olhar estratégico será fundamental para buscar melhorias nas tarefas em busca de ganhar mais, seja em produtividade ou em lucros.   

Monitoramento de pragas 

Você sabia que os danos causados por insetos-praga estão entre os que mais prejudicam e diminuem a produtividade das culturas? De tal forma que essa área precisa de agrônomos para lidarem com essa situação. 

Uma vez que você se identificar com essa função, saiba que a ideia é garantir o controle das pragas, combatendo as infestações que podem prejudicar as plantações. Além de escolher os produtos a serem aplicados, também pode pensar em ações e planos de prevenção para evitar as doenças. 

Surpreendentemente, tenha em mente que o manejo em pragas sempre está na roda de conversa dos agrônomos. Assim sendo, também existe uma demanda por produtos com menores concentrações de insumos químicos. Uma forma de diminuir os impactos ao meio ambiente ou à saúde das pessoas. É claro que você terá que pensar em alternativas sustentáveis de combate às pragas ou para que os defensivos sejam utilizados de forma consciente.  

Indústria de alimentos 

Ao passo que o mercado vai se reinventando e buscando uma atuação multiprofissional, o agrônomo também está presente nesse segmento. A ideia aqui é pesquisar melhores sementes, vegetais e carnes para a produção de pratos e refeições saudáveis e saborosas.  

Setor público 

Já pensou em ser concurseiro? Uma vez que essa é a sua intenção, saiba que o agrônomo também tem a chance de ingressar no setor público. Isso significa conquistar cargos em secretarias municipais e estaduais e quem sabe no Ministério da Agricultura, que tal? 

Ensino 

Já pensou em passar os seus conhecimentos para pessoas que também sonham com a agronomia? Sem dúvida, o ensino é uma ótima forma de aliar teoria e prática. É claro que você precisará se dedicar na área pedagógica para mandar bem na sala de aula! Inclusive, esse empenho pode te ajudar a dar aulas no nível superior, entretanto, aí a exigência é maior. Professores de facul que tenham especialização, mestrado ou doutorado são bem valorizados. 

Mercado de trabalho 

Agora que você já conhece algumas opções para a sua futura atuação. Tenha em mente que o mercado é amplo, promissor e com muitas oportunidades. Mas, o grande segredo para se destacar é ter um perfil diferenciado e com muitas habilidades. Isso significa ir além dos conhecimentos técnicos e ter um pezinho lá no futuro. 

Em outras palavras, mais do que se preocupar com a plantação, precisa estar atento às questões sustentáveis e ligadas ao meio ambiente. Já te garanto que dá para shippar essa relação… Acredite, tem propriedade que produz muito, cuida do solo, e ainda oferece uma sombra perfeita para o gado. Com toda a certeza, tem um agrônomo por de trás desse case de sucesso! 

Formação superior 

Agora que você está por dentro do assunto, saiba que o primeiro passo é fazer uma faculdade de Agronomia. Inclusive, separei esse post especial para você que tem todos os detalhes sobre essa graduação. Aproveita e acessa aqui embaixo o material exclusivo com os motivos para ser Agronomia Unoeste! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.